Translate

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Nas asas da literatura baiana

Voando nas asas da literatura baiana, a mineira sonha alto com os pés no chão


Membro Correspondente da Oficial Academia Tijuquense de Letras (Tijucas-SC), nascida no interior de Minas Gerais em 1965, Lucymar Soares foi morar na Bahia, no distrito de Argolo. Atualmente cursa Jornalismo e atua em movimentos culturais de Salvador-BA como o Fala Escritor, o Alma Brasileira e o Galinha Pulando.





O COMEÇO

A poetisa iniciou a carreira literária aos quinze anos, na 8ª série, quando escreveu a primeira poesia. Lucymar já fez de tudo na vida: representante comercial, vendedora, dona de uma pequena loja de cosméticos, professora, sacoleira, Conselheira Tutelar. Ela atua, ainda, na Associação de Moradores de Cajazeiras, um dos maiores bairros de Salvador.


Mas seu sonho desde os 15 anos não tem nada a ver com comércio, vendas e sim com as letras e a poesia. "Quando fiz minha primeira poesia, havia descoberto o que eu queria ser. Hoje, tenho cerca de seiscentas poesias reunidas em cinco livros inéditos. Ali havia nascido o sonho de ser uma escritora."


E o sonho continua. Lucymar quer publicar, pelo menos, um de seus livros. Está à procura de editora para o projeto ‘A gaivota e o menino azul’, produto destinado ao público infanto-juvenil, com cunho pedagógico. "Ventilar meus pensamentos, minhas inspirações para contagiar o mundo com sentimentos, com reflexões, deixando em cada leitor indagações pessoais de busca profunda do mais belo do âmago do ser", diz ela.


Lucymar Soares usa o pseudônimo Gaivota, e um dos seus livros chama-se "Nas asas da gaivota". Gosta de se intitular assim e deu esse nome ao livro porque deseja, com suas palavras, ajudar as pessoas que vivem "depressivas, sem forças e sem vontade de emergir para contemplar todo um universo de possibilidades que a vida oferece. Ainda mais, para as que lutam e que acreditam nos seus ideais, em si mesmas e em Deus", relata.


As poesias de Gaivota falam de amor, dos sentimentos humanos e dos sonhos de todo poeta: encontrar sua cara metade, pintar o mundo de rosa e ser feliz para sempre. Esta é a marca dos trabalhos "Dar-te-ei" e "Nada te darei", que faz parte da "Antologia do Amor", organizada pelo jornalista Valdeck Almeida de Jesus. O livro, que reúne o melhor de 23 poetas do mundo todo, será lançado dia 21 de agosto de 2010, no estande da Giz Editorial, durante a 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo.


Para Gaivota, a viagem é esperada com ansiedade porque "será meu primeiro lançamento em uma bienal. É uma sensação nova e estou muito curiosa. A expectativa é conhecer escritores, fazer novas amizades e vivenciar a experiência de estar em uma antologia lançada a nível internacional."
Livros no prelo:
Nas Asas da Gaivota
Barulho das Lágrimas
Quando o Amor Faz Feliz
Cicatrizes
Seduzida Por um Anjo

Fonte: Poesia Baiana, com informações de Galinha Pulando

3 comentários:

  1. Olá gostaria de convidá-lo a conhecer meu trabalho através do blog Ecos do Teleco Teço (WWW.ECOSDOTELECOTECO.BLOGSPOT.COM) . Grande abraço e sucesso com sua proposta !! Axé

    ResponderExcluir
  2. Para mim é honroso conferir postagens
    sobre a Gaivota. São incentivos como esses
    que ajudam a impulsionar vôos..
    Obrigada!

    ResponderExcluir